quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Tire suas dúvidas sobre a camisinha feminina


Na hora de se proteger, informação e opção nunca é demais. E apesar de muitas mulheres nunca terem pensado sobre o assunto, a camisinha feminina é um método de proteção com muitos lados positivos. Tire suas dúvidas:

Ela é mais segura na proteção de HPV e herpes?
Sim. A camisinha feminina oferece proteção adicional ao recobrir a região dos lábios vaginais, o que ajuda a prevenir a infecção pelo vírus HPV e herpes. Além disso, o sexo oral pode ser feito sem problemas sobre a camisinha feminina evitando assim outras doenças também.

Pode causar alergia?
É raro alguém ter alergia a esta camisinha, já que ela é feita de poliuretano, um material considerado hipoalergênico. Inclusive as pessoas que têm alergia ao látex, produto utilizado no preservativo masculino, podem usá-la.

A camisinha feminina pode ‘desaparecer’ dentro do corpo da mulher?



Não, do mesmo jeito que o absorvente interno também não pode desaparecer, mesmo que se perca a cordinha. Isto porque eles não têm como passar do canal vaginal, já que logo em seguida existe o colo do útero e este é muito pequeno. Portanto, mesmo que o anel exterior (que deve ficar protegendo a vulva) entrar, ele permanecerá no canal vaginal.

A camisinha feminina faz barulho durante a relação sexual?
O poliuretano ou borracha nitrílica, material da camisinha feminina, é mais resistente e também mais fino do que o da masculina. Portanto, normalmente não há nenhum barulho durante a relação. Mas, como estamos falando de corpo humano e movimentações variadas, eventualmente pode haver sons, como em outras práticas também.

A camisinha feminina depende da ereção do pênis?
Não. E esta é uma das vantagens deste método: não necessita da ereção do pênis para ser colocada.

Fonte: estilo.msn / 

Há muita falta de prática no sexo, diz pesquisa

Maioria das mulheres britânicas faz sexo esporadicamente. Foto: Izabela Habur/Getty Images.
Sexo traz felicidade? Uma pesquisa fez a pergunta à dezenas de mulheres britânicas, que embora tenham dito que, sim, sexo as deixa mais felizes, confessaram também que não praticam com tanta frequência o ato sexual.

A pesquisa, feita pela revista Top Santé, incluiu solteiras e casadas. A mostra trouxe um dados novos sobre como as mulheres inglesas lidam com o sexo. De todas as participantes, 20% disseram que nunca tiveram relações sexuais. Outras 10% do total afirmaram que fazem amor menos de três vezes por anos. A maioria, 60%, disseram fazer sexo duas por mês ou menos.

Famosas por serem sisudas, para londrinas a relação com o sexo não anda muito bem. Ao somar todos os dados, o cenário pode ser triste. A pesquisa entrevistou mulheres com idade entre 35 e 55 anos, inclusive casadas. Estas, por sinal, disseram fazer sexo uma vez a cada três vezes ou menos.

Entretanto, um terço das participantes, um total de 33% das entrevistadas, disseram ter relações sexuais mais de duas vezes por semana e afirmara estão ‘muito felizes” em comparação com quem faz sexo a cada dois meses, representado por outras 15%.

Jane Druker , editora da revista Top Santé disse que os resultados não agradam nem um pouco.

“Os resultados foram chocantes e tristes , especialmente à luz do fato de que o sexo nos faz sentir bem , que nos ajuda a viver mais tempo e é grátis”, lamentou.

Sobre o que poderia provocar esse resultado tímido na vida sexual das britânicas, a jornalista disse que as mulheres podem estar sofrendo a pressão da felicidade, que deixa a impressão de que a vida sexual nunca será tão satisfatória como pregam a vida moderna.

“Eu acho que as mulheres podem se sentir sob pressão para ter alucinante vidas amorosas , mas na verdade a intimidade do sexo todos os dias é o suficiente”

A jornalista também disse que resolveria se as mulheres se dessem a chance de praticar o sexo ‘rápido’, sem preliminares. “A rapidinha pode nos dar benefícios para a saúde genuína e sinceramente gera sexo mais sexo”, acredita.

Fonte: Daily Mail


Dicas para o sexo não cair na rotina

Dicas de especialistas inclui montar 'ninho de amor' para aguçar o desejo sexual. Foto: Zave Smith/Getty Images.
falta de desejo sexual tem muitas fontes, mas está enraizada na rotina que inclui muito trabalho, pouco tempo e responsabilidades como filhos e problemas financeiros. Some tudo isso e o resultado será fatalmente falta de sexo.

A psicóloga de Nova York Esther Perel, 54 anos, mostra que há uma luz no fim do túnel para solucionar o fim ou o esfriamento do tesão no casamento:

“Conservar o desejo com o passar do tempo exige duas forças opostas: liberdade e compromisso”, explica essa especialista em casais e sexualidade em entrevista à revista Claudia.

A especialista apontou também os principais motivos que levam casais a perder desejo sexual, principalmente os que enfrentam longos relacionamentos. De acordo com Perel, o amor requer compromisso e cumplicidade e o desejo exige mistério e curiosidade. Por isso, é mais fácil encontrar casais juntos há anos que não fazem sexo com tanta frequência.

A psicóloga e também autora do livro Sexo no Cativeiro (Objetiva) acredita que é possível conciliar ambos os sentimentos para unir o casal de novo na cama. Lidar consigo mesmo e com o parceiro é o segredo para manter o tesão em alta. E isso não significa só saber se relacionar bem na hora H. É preciso ter o que ela chama de inteligência erótica para aplicar esse equilíbrio na vida a dois. Há cinco dicas para se chegar lá:

1 -A inteligência erótica é compreendida a partir de cinco atitudes bem práticas. De acordo com a psicóloga, casais devem primeiro construir um ninho de amor, como prova de que pensam ‘naquilo’. Assim, o sexo poderá ser lembrado não só na hora, mas o dia inteiro.

2 - A segunda dica é descobrir tudo o que pode excitar o parceiro na hora “H”. Isso inclui desde os pontos erógenos até as pequenas frases ditas na cama para ‘engatilhar’ o desejo sexual de ambos os lados.

3 - Incentivar a prática sexual deve ser um exercício, sugere a especialista. Quando o parceiro não quiser transar, não desanime. Mude de tática até conseguir ter uma noite daquelas.

4 - Manter a individualidade e a privacidade instiga o outro. A psicóloga diz que quanto mais as pessoas desligarem o cordão umbilical do casamento (que tende a eliminar desejos, gostos e até vontades pessoais, como ter amigos, sair e fazer cursos) mais felizes e melhor elas se parecerão atraentes para o outro. Ou seja, quanto mais você for você mesmo, com seus próprios desejos e vontades, mais você será capaz de atrair.

5 - Surpreenda, deixe o parceiro com água na boca. Um exemplo prático: marque um encontro em um bar ou restaurante, mas deixa ele chegar primeiro. Enquanto ele espera, mande recadinhos ‘quentes’ para apimentar o encontro e preparar para o que vem depois.

Aplicativo pode ajudar mulheres a se masturbar

App simula vaginas com desenhos para ensinar o be-a-bá da masturbação feminina. Foto: Divulgação.







Uma mãozinha da tecnologia pode ajudar mulheres com dificuldades para se masturbar
O aplicativo HappyPlayTime ensina a estimular as partes da vagina, área onde elas costumam sentir mais prazer.

Na interface, vaginas super simpáticas em forma de desenho mostram claramente onde estão os pontos que podem ser tocados e explorados. A mulher deve seguir as instruções do desenho na tela do celular e repeti-los também no próprio corpo para se conhecer melhor.

Na verdade, o aplicativo é um joguinho que leva a mulher a cumprir missões. Cada missão cumprida trará um novo aprendizado sobre a arte de se masturbar e conseguir ter prazer.

No Brasil, a maioria das mulheres não chega sequer ao orgasmo, por isso o app pode ser um forte aliado para explorara a principal zona erógena feminina, buscar novas sensações antes mesmo de arriscar uma noite de amor com o parceiro.

Seja para conhecer melhor o corpo ou simplesmente por curiosidade, instalar o serviço no celular deve tirar uma série de dúvidas e até preconceitos sobre a masturbação. Grupos de mulheres que acreditam na masturbação como um caminho para encontrar o ponto “G” ficarão contentes com o resultado.

“Sexualidade é um dos instintos mais básicos dos seres humanos. Estar confortável com seu próprio prazer sexual é um pré-requisito para conseguir aceitar o prazer proporcionado por outras pessoas e oferecer o mesmo. Como você pode trocar prazer com alguém se você não entende o que o seu próprio corpo gosta?”, diz a designer no site do Happy Play Time.

O aplicativo, ainda sem previsão para ser lançado, atende a uma demanda bastante comum de mulheres que querem descobrir em sua intimidade o quanto podem extrair da feminilidade, a começar pelo órgão que concentra o foco do orgasmo.

Fonte: Yahoo!



O odor afrodisíaco mais potente para o homem é o cheiro feminino

odore donne afrodisiacoEstão à procura da poção do amor para enlouquecer o seu amor? A chave não é um curso de sedução, a solução não é umalingerie sexy, o segredo não está nas palavras sussurradas: o afrodisíaco mas potente são vocês mesmas, como o seu perfume natural, não há essência que possa competir com isso.

Segundo uma pesquisa feita pela Florida State University, o odor da pele feminina faz aumentar os níveis de testosterona nos homens. Além disso, no período de ovulação, o odor natural das mulheres parece ainda melhor para eles.

O estudo, publicado na revista Psychological Science, dá evidências científicas sobre o fato de, durante o perído fértil, a resposta sexual dos homens seja ainda maior, o que influencia a resposta biológica. Em outras palavras, o homem é atraído pelo cheiro da mulher, sobretudo durante o período de ovulação, instintivamente. 

O afrodisíaco mais potente debaixo dos lençóis? Você mesma, como o seu odor natural, que pode desencadear qualquer fantasia e qualquer resposta sexual, palavra de cientista.



Ir para cama sem compromisso? Um dilema de toda Mulher

Algumas marias brigam por ter o direito de ir para a cama sem compromisso assim, como muitos homens fazem. Mas será que realmente estamos preparadas para isso?

Sempre rola aquele peso na consciência ou a necessidade do ‘parceiro’ ligar no dia seguinte. Ficar esperando aquela ligação, ou uma mensagem… Mas espera aí, não era para ser sem compromisso? Poucas marias estão preparadas para ter uma relação tão liberal; é da natureza da mulher querer estabilidade. Alô Maria, antes de querer se levar pelo impulso da liberdade sexual, pare e pense sobre como você é e sua visão sobre relacionamento.

Siga os seus instintos e fuja de sofrimento pós transa; evite aquelas paixões que arrasam o seu coração e D.Rs sem motivos e com quem você nem tem um relacionamento é péssimo!



Mulheres- se o desejo se cala, vem o sentimento de culpa

Vocês já ouviram falar de “distúrbio do desejo sexual hipoativo”? Segundo os pesquisadores americanos da New England Research Institutes de Watertown ele diz respeito às mulheres e consiste em um desequilíbrio emotivo provocado pela diminuição do desejo.

O estudo em questão foi apresentado durante oAnnual Meeting of the International Society for the Study of Women’s Sexual Health 2010, que aconteceu em St. Petersburg, na Flórida.

“Por causa do distúrbio do desejo sexual hipoativo, muitas mulheres experimentam um elevado sentimento de culpa e sentimentos confusos”, explicou Sheryl Kingsberg, pesquisadora da University Hospitals Case Medical Center, de Cleaveland (EUA).

Durante a pesquisa, conduzida entre 65.129 mulheres europeias entre 18 e 88 anos, descobriu-se que, 5.098 delas sofriam do distúrbio. Segundo a explicação dos especialistas, se trata de uma patologia determinadapela diminuição ou da falta de desejo sexual, que provoca o desconforto para quem sofre e, além disso, pode colocar a relação sentimental em sério risco.

A pesquisa mostrou que quem sofria do distúrbio, admitiu que, no período dos três meses anteriores ou até mais, experimentaram diversas emoções negativas, entre insatisfação, sentimento de culpa e forte desconforto. Os pesquisadores confirmaram que durante o ano anterior, o humor e o nível de estresse das mulheres afetadas por esse problemas eram fortemente influenciados pelo seu desejo sexual.

E vocês, caras leitoras, já aconteceu de viver períodos sem desejo sexual? Como você e seu parceiro reagiram?



Cuidado com as palavras: Dicas do que não falar na hora do sexo!

Imagine aquela noite linda o lugar e a hora perfeita para você Maria, namorar bastante. A noite que deveria ser perfeita se torna um pesadelo daqueles, por conta de um simples comentário idiota. Para ajudar a evitar esses momentos constrangedores, te damos dicas de coisas que você “deve evitar falar na hora do sexo”.

1- Fingi um orgasmo e você acreditou: Nessa situação guie seu parceiro, se ele já ateve o desejado exija algo a seu favor.

2- Meu ex conseguia fazer essa posição: Ninguém gosta de ser comparado a ninguém, muito menos com ‘ex’; ainda mais comparar o desempenho sexual, se não rola aquela química caia fora, você não deve ficar com quem não quer.

3- Como iremos pagar tantas contas: Hello Maria casada! Não tem nada pior do que resolver problemas pessoais na hora da transa. Entre no clima, relaxe e seja feliz!

4- Achei que fosse maior: Nenhum parceiro gostaria de ouvir sua Maria dizer isso, as conseqüências de tais palavras podem ser cruéis. Nada de ficar relembrando esses “detalhes”, o cara com certeza tem consciência disso.


5- Se apresse com isso: Uma rapidinha de vez em quando tudo bem, mas fazer isso sob pressão é horrível!

6– Você poderia definir mais seu abdome: Evite esse comentário, até porque você não iria gostar do seu amado falando sobre suas estriascelulites… Evite ao máximo esses assuntos na hora do prazer.

7- “Eu sabia, que ele era o assassino”: A TV é uma das maiores rivais do homem, comentar o que está passando na TV na relação amorosa, desligue a TV para evitar aquelas típicas olhadinhas.

De jeito nenhum, diga essas “simples” frases na hora do prazer, isso fará sua relação ir por água abaixo.

Fonte: TônaFolga


Sonhos eróticos femininos e masculinos: iguais na quantidade, diferentes na qualidade

dreamA partir dos sonhos nós podemos saber mais do que é dito. Se o nosso companheiro tem sonhos eróticos em relação a nós mesmas, talvez nos conte, mas provavelmente não vai dizer (e nós também não diríamos!) se o sonho for em relação a outra pessoa, a não ser que se trate de algum sonho tão absurdo ou longínquo que não afetará a relação diretamente.

Na realidade, sempre pensamos - lugar comum - que os homens eram aqueles que tinham mais sonhos eróticos, mas devemos rever nossos conceitos: homens e mulheres sonham do mesmo modo, pelo menos em questão de quantidade. Na verdade, as mulheres só falam menos sobre o assunto. A diferença é a qualidade.

Existe um estudo feito com 3.500 pessoas de ambos os sexos que, apesar de um pouco antigo, sugere uma reflexão sempre atual: o que sonham as mulheres quando tem sonhos eróticos? Incrivelmente, em um percentual nada negligenciável, elas sonham com o próprio companheiro no momento do orgasmo.

O resto sonha com homens públicos e heróis (atores, por exemplo, ou personagens de filmes) enquanto os homens preferem o sexo em grupo nas suas fantasias. Emergem então diferenças notáveis em relação ao gosto de cada um, muitas vezes desconhecidos.


Fantasias eróticas femininas: Top 10 - Parte 2

Depois de descobrir que no décimo, no nono e no oitavo lugar do top 10 sobre as fantasias eróticasfemininas existe o tema “dominação”, vamos explorar as outras posições para entender o que elas podem representar.

No sétimo lugar encontramos uma fantasia um pouco “perigosa”: fazer sexo com um estranho, frequentemente sem nunca ter falado com a pessoa, mas que ativa certos centros nervosos somente de olhá-lo. Parece que esta seja a fantasia que se coloca menos em prática, porque as mulheres, freadas por razões culturais, tabus, eventuais sentimentos de culpa e talvez ainda do bom senso, evitam bater na porta do primeiro desconhecido que encontram. 

Essa é a demonstração mais clara do fato que às vezes a fantasia deve permanecer guardada, e acabam sendo excitantes justamente pelo fato de que não se transformam em realidade.

No sexto e quinto lugar, encontramos o conhecido ménage à trois, primeiramente com um homem e uma mulher, e depois com dois homens. Se é sensível ao erotismo, mas não se é lésbica ou bissexual, é difícil ir até o fim com outra mulher, todavia, ser o centro das atenções, seja feminina que masculina, em uma sessão do gênero, pode revelar surpresas agradáveis. 

Por outro lado, ter dois homens à sua disposição é o sonho de muitas mulheres, um sonho que, em alguns casos, pode ser interessante de transformar em realidade, um exemplo de fantasia que pode continuar sendo excitante mesmo se transformada em alguma coisa de concreta.

O que vocês acham das posições 7, 6 e 5? Se encontram nelas? Depois publicamos as outras.
Via | AskMen



Fantasias eróticas femininas: Top 10 - Parte 1


Em um portal dedicado aos homens, encontramos uma top 10 das fantasias eróticas femininas, porém, escrito por uma mulher, Isso nos faz supor que haja um pouco de verdade nesta classificação, mesmo se as “fantasias” em questão tenham pouco de fantasiosas, como sonhar de olhos abertos (até porque sabemos que grande parte da nossa excitação vem da nossa própria mente).

Ao décimo e ao nono lugar da top 10 encontramos a “dominação”: no último lugar, é a mulher que gosta de dominar o homem, sobretudo se for grande e forte, obrigando-o a ficar sob os seu pés, obrigando a trabalhar e subjulgando-o incessantemente. No penúltimo luar, é a mulher que gosta de ser dominada pelo homem (nada de fantasioso): o desejo feminino neste caso é ser presa, talvez sobre uma mesa, quando menos se espera.

No oitavo lugar, está um jogo de papéis: estudante e professor, uma fantasia que tem novamente ligação com a dominação pela parte do homem, que pune a aluna, se necessário, obrigando-a a ser uma boa aluna e incitando a persegui-lo.

Comecem a refletir sobre essas três “fantasias”: se encontram nelas ou acham que essa classificação está fora de moda? E o que vocês pensam que os homens podem aproveitar dela? Vão aprender a satisfazer melhor as suas parceiras. Um dia desses publicamos a segunda parte do top 10!


Traição: ela perdoa, ele não

Vamos falar mais sobre traição. Outro dia vimos que a traição é um traço do caráter, hoje, de como um homem e um a mulher reagem frente a isso: as mulheres tendem a perdoar mais a respeito dos homens, que se revelam mais rancorosos e vingativos.

A diferença reside na explicação do que representa para ele e para ela a “escapadinha”.

Para a mulher, parece ter menos importância a ideia do parceiro ter relações sexuais com outra mulher. Ela perdoa porque vê ameaçada a relação a longo prazo com aquele homem, vê menos o seu futuro no casal e na segurança. O perdão aparece como uma fraqueza passageira.

Para o homem é diferente. Uma traição gira ele em 360º, o deprime, desmoraliza, degrada e anula. É uma espécie de reflexo ancestral: para levar adiante a própria descendência do homem, é preciso uma companheira. Se esta tem mais ligações, ele corre o risco de crescer sem filhos.

“O homem aprendeu através dos anos a ser hipervigilante no sexo”, explicam os estudiosos, “porque não poderá nunca ter absolutamente certeza de ser pai de uma criança, enquanto as mulhres estão mais preocupatas de ter um parceiro empenhado em criar uma família”.

É verdade que no casal se encontra aquela segurança e aquela força que não podemos ter sozinhos, mas quando confiança e respeito começam a faltar, que sentido há perdoar aquela pessoa para poder continuarem junntos e talvez se encontrar novamente na mesma posição de vítima? um dos grandes objetivos da vida não é ser feliz? E como se pode ser feliz ao lado de um homem que prefere outra?

Espante a preguiça na hora do sexo


Se você anda com uma preguicinha de transar com o seu marido, não se preocupe: esse é um mal da mulher moderna. 

Com a rotina tão atribulada, é bem comum que à noite você queira a sua cama para dormir e não para outras atividades… no entanto, vale lembrar que o sexo é uma ótima atividade física e faz um bem danado pro corpo e pra alma. Se a preguiça anda falando mai forte, que tal dar um olé nela? 

Veja algumas dicas para driblar a preguiça e melhorar a sua rotina sexual.

1. Esqueça as regras. Se suas amigas transam dia sim, dia não, que bom para elas. Não há regras para uma boa frequência sexual, o importante é que os dois estejam a fim e façam bem feito!

2. Estimule a si mesma. E não estamos falando de masturbação! Comprar uma lingerie nova, umas velas aromáticas e alguns brinquedinhos novos pode te ajudar a ficar com mais desejo.

3. Relaxe nas horas vagas. A gente sabe que é difícil esquecer o turbilhão de problemas em apenas uma noite no meio da semana. Sair para jantar, flertar com o maridão em público e fazer programas simples a dois são um bom começo para você se sentir mais disposta ao sexo!
fonte: Bonde


10 contusões mais comuns durante o sexo

Pode parecer engraçado, mas acontece com muita gente: depois de uma noite de sexo, você acorda com aquela “dorzinha” em algum lugar do corpo. Costas, pernas, braços, pulso, pescoço… no momento a gente nem percebe que está forçando alguma dessas partes! O site do Terra divulgou o resultado de uma pesquisa da One Poll que levantou as dez lesões mais comuns durante o sexo. Vale a pena dar uma olhada em todas, e ficar ligada nas dicas para não sofrer no dia seguinte…

1. Distensão muscular. Acredite: fazer sexo é uma atividade física que exige certo preparo. Se você conseguir alongar antes (sim, sabemos que não é fácil pensar nisso a tempo!) as chances de ter uma distensão muscular diminuem.

2. Dores na coluna. Geralmente são causadas por ficar muito tempo numa posição ruim. Se estiver desconfortável na hora H, mude de posição e se ajeite!

3. Atrito com o carpete. Na hora do “rala e rola” vai até o chão - mas se na casa do gato tem carpete, é bom tomar cuidado para não ficar com queimaduras. Cotovelos e joelhos são os alvos mais fáceis do carpete.

4. Torcicolo. Essa é especial pra quem gosta de levar uns puxões nos cabelos na hora do sexo… carinho e cuidado nessas horas!

5. Bater cotovelos e joelhos. Se eles são alvo fácil pro carpete, também são frágeis em locais mais apertados, ou mesmo na quina da cama. E vamos combinar que aquela joelhada no cantinho dói pra burro!

6. Hematoma nos ombros. Pequenas quedas ou uma posição mais desajeitada fazem com que o ombro ocupe o sexto lugar nesse ranking.

7. Joelho torcido. Muito comum entre as adeptas do sexo selvagem, que acabam forçando as articulações do joelho durante o ato.

8. Pulso aberto. Quem fica por cima costuma apoiar os pulsos: por isso a lesão nessa parte do corpo é uma das mais comuns.

9. Tornozelo torcido. Assim como os joelhos, essa articulação também sofre se você exagerar nos rodopios sexuais.

10. Dedos destroncados. Dói só de pensar! Mas durante o ato sexual a gente se mexe tanto que acaba não se dando conta que uma pressão exagerada sobre as mãos pode machucar.

fonte: Terra

Dieta da vitamina C pode emagrecer 6 kg em 15 dias

Fonte de vitamina C, laranja pode ajuda na perda de peso. Foto: Carol Yepes/Getty Images.
Uma pesquisa feita na Universidade de Arizona, nos Estados Unidos, concluiu que a vitamina C, presente na laranja, não só faz muito bem à saúde como pode ajudar e muito a emagrecer. Pesquisadores disseram que em doses certas do nutriente, um indivíduo podeemagrecer seis kg em 15 dias.

A laranja se mostrou uma forte aliada no processo de perda de peso. O estudo conclui que a fruta é capaz de acelerar o metabolismo e combater o acúmulo de gordura. Trocando em miúdos, ao ingerir a fruta a pessoa consegue eliminar calorias mais facilmente. O corpo também agirá para que a gordura de carboidratos e doces não se acomodem no organismo. Assim, fica muito mais fácil eliminar calorias.

Mas a fruta deve ser consumida crua. E se for ingerida junto com alimentos ricos em ferro (vegetais escuros e carne vermelha), o processo de emagrecimento fica ainda mais rápido, já que a vitamina C ajuda o ferro a ser absorvido pelo organismo.

A vitamina C naturalmente irá acelerar a perda de peso. Mas perder tanto peso em pouco tempo requer uma dieta equilibrada e muita disciplina. O programa criado pela nutricionista Vivian Goldberger do portal Cartilha Cor de Rosa para perda de seis quilos traz opções dosadas da vitamina, combinada a uma dieta limitada a 900 calorias. A dieta deve ser seguida por apenas 15 dias. Acompanhe a seguir!
Dia 1
Café da manhã
- 1 copo de suco de laranja + 1 fatia de pão de forma + 1 fatia de queijo branco
Lanche
- 1 fatia de melão
Almoço
- Salada verde temperada a gosto + 1 bife grelhado + 2 col. (sopa) de purê de batata
Lanche
- 1 barrinha de cereal
Jantar
- Salada de repolho em tirinhas + 1 col. (sob.) de maionese light + 2 fatias de peito de peru + ½ beterraba ralada + 1 fatia de abacaxi
Ceia
- 1 xícara de chá de erva-cidreira

Dia 2

Café da manhã
- 1 copo de suco de laranja + 2 torradas + 1 col. (sob.) de requeijão light
Lanche
- 1 goiaba
Almoço
-  Salada verde temperada a gosto + 120 g de cubinhos de frango grelhados com molho shoyu + Tirinhas de pimentão verde + Cebola e salsinha picadas
Lanche
1 barrinha de cereal
Jantar
- 2 col. (sopa) de arroz com brócolis + 2 fatias de lagarto assado + 8 morangos
Ceia
- 1 xíc. de chá de camomila

Dia 3

Café da manhã
- 1 taça de morangos + 1 col. (sopa) de iogurte natural desnatado
Lanche
- 1 copo de limonada com adoçante
Almoço
- Salada verde temperada a gosto + 1 filé grelhado de pescada + 3 buquês de couve-flor ao molho branco
Lanche
- 1 barrinha de cereal
Jantar
- 1 prato fundo de sopa de legumes + 1 goiaba
Ceia
· 1 xíc. de chá de frutas vermelhas

Dia 4

Café da manhã
- 1 copo de suco de caju + 1 fatia de pão integral + 1 fatia de queijo branco
Lanche
-  1 mexerica
Almoço
- Salada verde + 2 col.(sopa) de arroz + 1 col. (sopa) de feijão + 2 almôndegas com molho de tomate
Lanche
- 1 barrinha de cereal
Jantar
- Omelete com 2 claras + 2 fatias de peito de peru + Salsinha e outros temperos a gosto + 1 laranja
Ceia
- 1 xíc. de chá de camomila

Dia 5

Café da manhã
-  1 copo de suco de laranja com acerola e beterraba + ½ pão francês sem miolo + 2 col. (chá) de margarina light
Lanche
-  1 fatia de abacaxi
Almoço
- 1 porção (100 g) de macarrão cozido ao alho e azeite com brócolis + 1 bife grelhado
Lanche
- 1 barrinha de cereal
Jantar
- Salada verde temperada a gosto + 1 tomate cru recheado com atum e ricota temperada + 1 fatia de melão
Ceia
- 1 xíc. de chá de erva-cidreira


Fonte: MdeMulher