Pular para o conteúdo principal

Mercado de produtos eróticos cresce 18% em um ano


Mercado de produtos eróticos cresce 18% em um ano



















Na busca pelo prazer, o que impressiona são os números. No Brasil, o mercado de produtos eróticos e sensuais movimenta mais de R$ 1 bilhão por ano e superou, em 2008, o faturamento total dos fabricantes de brinquedo, próximo a R$ 960 milhões.



De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico (Abeme), que reúne profissionais de sex shop e fabricantes de fantasias, cosméticos íntimos, brinquedos e jogos adultos e sites da internet entre outros, o setor fechou 2011 com crescimento de 18% em comparação com 2010. “Estamos passando por uma transformação social e cultural e, ao mesmo tempo, a economia vive um bom momento. Tudo isso forma um conjunto de situações propicias para esse crescimento”, analisa a presidente da Abeme, Paula Aguiar.



Publicitária, escritora e consultora especializada em mercado erótico, Paula detalha que em 2011 foram comercializados no Brasil mais de sete milhões de produtos por mês. “Mas o ticket médio é baixo, gira em torno de 8 a 12 reais”. Para se ter ideia, apenas no segmento de cosméticos eróticos, isto é, cremes e géis, foram comercializados mais de 60 milhões de unidades no ano passado.



Paula também atribui o expressivo crescimento do setor nos últimos anos ao trabalho desempenhado pelas consultoras, que realizam venda em domicílio. Além dos 10 mil lojas, a Abeme representa aproximadamente 40 mil consultoras de produtos eróticos distribuídas em todos os estados do país.



De porta em porta - A sorocabana Elaine Cristina Garcia Santos faz parte desse verdadeiro exército de mulheres, cuja missão, mais do que vender cosméticos íntimos, é desmistificar tabus e preconceitos em torno da sexualidade e do prazer. “E é uma atividade muito gratificante, pelo fato de estar auxiliando nos relacionamentos, ajudando a melhorar convivência dos casais e das famílias”, comenta.



Ela conta que entrou no ramo de produtos sensuais há cinco anos, depois que decidiu dar um presente “diferente”ao marido. Então com 40 anos, ela nunca tinha entrado em uma sex shop e sentiu na pele o constrangimento que muitas pessoas, principalmente as mulheres, sofrem ao sentirem sua intimidade ameaçada.



Com ampla experiência em vendas, ela contatou o departamento comercial de um fabricante de produtos eróticos e passou a revender os produtos em domicílio. “O mundo evolui muito. Você prefere uma máquina de escrever ou um computador? É claro que é o computador. Então, essa parte [da relação sexual] também evoluiu muito. É preciso inovar sempre”,argumenta.



Com clientela fixa, Elaine conta que a atividade gera “uma renda complementar bastante interessante”. Sem revelar as cifras do negócio, ela explica que a apresentação dos produtos geralmente acontece em meio a reuniões de amigas e inclui uma palestra introdutória que discorre sobre busca do prazer e autoestima. “Nas palestras eu sempre gosto de começar dizendo uma frase do Einstein, que diz que ‘a mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original’”.



Na rede - Assim como o trabalho das consultoras, a internet também é um meio que vem registrando crescimento ano a ano. O motivo é o mesmo: a discrição. “Eu vejo que aos poucos o pessoal vai perdendo a vergonha, mas ainda tem muita gente que se sente constrangida e não vem aqui, prefere comprar pela internet”, analisa Aline Branco Sandri, vendedora da primeira sex shop de Sorocaba.



Para atender essa parcela de clientes, Aline conta que a loja já realiza entregas em domicílio e está desenvolvendo um site para a consolidação de compras virtuais.



Aline recorda que a abertura da primeira sex shop de Sorocaba, há 16 anos, foi marcada por desconfiança e resistência por parte dos setores mais conservadores da cidade. Hoje, existem pelo menos 15. “Não existe um perfil específico dos clientes. A gente recebe muitos casais. Às vezes vêm grupos de amigas, que vêm para dar presentes de chá de cozinha ou amigo secreto”, detalha.



Para todos os bolsos - Paula conta que o mercado de luxo tem seu espaço garantido principalmente para grandes marcas. Ela acredita que, em breve, os principais fabricantes deverão investir mais em publicidade “e aperfeiçoar as informações nas redes sociais”. Por outro lado as classes C e D também recebem atenção especial das indústrias, que já oferecem kits especiais que são consumidos principalmente em datas especiais como o Dia dos Namorados.



Segundo Paula, existem no mercado brasileiro mais de 12 mil itens eróticos e sensuais. Para apresentar aos vendedores os últimos lançamentos do mercado, a Abeme realiza anualmente a feira de negócios “Erotika Fair” – a maior da América Latina. “Este ano, pela primeira vez, a feira será no pavilhão de exposições do Anhembi e terá, também, o primeiro congresso de consultoras”, comemora Paula, destacando a grandeza do setor.



Na loja pioneira de Sorocaba estão à disposição dos clientes mais de 1.200 itens que vão desde géis e lubrificantes íntimos até sofisticadas – e estranhas -cadeiras giratórias para o ato sexual. “As últimas novidades são esses vibradores que vibram de acordo com a música do ambiente e esse outro, que é carregado na tomada e é cem por cento à prova da água”, demonstra Aline.



Apesar do bom momento do mercado de produtos eróticos e sensuais no país, que fecha 2010 com números recordes, a presidente da Abeme acredita que o setor ainda está em sua fase inicial. “No Brasil, o assunto sexo ainda é tabu. Quando a gente pensa que 15% da população adulta já usou algum produto [erótico], 75% nunca a comprou, então tem muito trabalho pela frente”, conclui.

http://www.jornalipanema.com.br/noticias/economia/20290-mercado-de-produtos-eroticos-cresce-18-em-um-ano


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como excitar um homem com palavras

Sabemos que seu namorado é louco por você e pela sua beleza. Sabemos também que ele adora fazer amor com você e adora toda a sua performance sexual. Mas como conselhos nunca são demais, confira aqui dicas de como excitar um homem com palavras. e mantenha seu gatão sempre perto de você mesmo que seja em pensamento. Homens adoram receber sms e email meio ousados, excitantes, convites inesperados e declarações de tesão. Isso mesmo, a nova modalidade de ferramentas de cumplicidade conjugal são as declarações de tesão. E você, ja enviou seu sms caprichando nas palavras quentes hoje para seu amor? Veja também:25 frases picantes que um homem pode falar para uma mulher
Confira nessa matéria dicas de como excitar um homem com palavrasArtigo não indicado para menores de 18 anos O efeito que as palavras tem é imensurável, portanto saber utiliza-las dentro de um relacionamento amoroso ou sexual pode influenciar bastante no sucesso e na intimidade do casal. Palavras nunca são apenas palavras, elas ca…

4 Ideias Picantes Para Um Sexo Mais Agressivo

O sexo bruto, pode ser algo que no primeiro olhar mostre aspectos desagradáveis e insatisfatórios. Mas sexo radical ao mesmo tempo que pode ser bizarro é algo muito divertido, mas a segurança sempre deve ficar em primeiro lugar antes de qualquer manobra arriscada.

Um relacionamento é sempre construído com amor, mas isso não quer dizer que a luxuria tem que ficar de lado. Muito pelo contrario, a luxuria é um ingrediente fundamental para prolongar e apimentar um relacionamento. Se você gostaria de usar algum tipo de sexo mais brutinho em sua vida sexual, aqui segue algumas dicas muito importantes e muito quentes para apimentar a sua relação sexual. 
1. Encenação

Encenação pode ser algo muito divertido e sem gastar um mínimo centavo. Todo mundo tem uma fantasia em sua cabeça que em algum momento quis viver. Se você tem uma fantasia em ser dominado por um professor ou ser a dominadora da relação, o role play pode proporcionar a você essa incrível experiência. Converse com seu parceiro sob…

Brincadeiras Eróticas para apimentar a relação

Livro ensina tudo! Um dos grandes inimigos dos relacionamentos é a falta de desejo sexual entre o casal. Problemas no trabalho, o estresse do dia a dia e a rotina são elementos que podem sepultar qualquer relacionamento, seja ele recente ou de muitos anos. Uma forma eficaz evitar o enterro do seu namorou ou casamento é deixar a cama sempre pronta para brincadeiras que estimulem o erotismo. Que tal se aventurar pelo universo dos dados eróticos, brincadeiras como encher uma caixa de presentes eróticos e enviar para o parceiro no trabalho, entre outras ideias picantes?


A escritora e ex-garota de programa Vanessa de Oliveira volta à literatura com um novo livro na praça, o "100 surpresas de sexo – Como enlouquecer os homens na cama", lançado pela Editora Matrix. Vanessa, que já escreveu os livros "Psicopatas do Coração" e "100 segredos de uma garota de programa", explica que a ideia do novo livro é dar munição aos casais através de dicas eróticas para que a r…